Os Profetas da Vaidade

Foto de Javi_indy

         Um culto pentecostal está acontecendo, louvores são entoados, a mensagem é pregada, e um “profeta” se dirige a uma mulher que está chorando copiosamente e entrega seguinte profecia: “Deus está mandando eu te dizer que seu casamento não tem mais jeito! Ele está preparando algo melhor para você”. Ainda chorosa, a mulher recebe a mensagem, volta para casa, e só Deus sabe o desfecho desta história.

            O relato contado acima não é uma estória. Trata-se de uma história real contada pelo próprio “profeta”, dizendo como o culto de domingo foi abençoador em sua congregação. Perplexo, perguntei-o se conhecia aquela mulher, qual era o tipo de relacionamento abusivo que ela estava sofrendo com o marido, se ele a agredia fisicamente ou se a traía com outras mulheres. O “profeta”, presbítero, afirmou que a conhecia, e que o marido não batia nela, também afirmou que não havia conhecimento de adultério, mas que o problema residia no fato de que os dois eram incompatíveis, estavam cansados do casamento, não se entendiam e etc. 

Eu não sei que deus falou pela boca deste presbítero, mas posso afirmar que não foi o Deus de Israel! O Deus da bíblia nos ensina que o casamento é para sempre (Mt 19.6), sendo permitido o divórcio em apenas três ocasiões: morte (Rm 7.2), adultério (Mt 19.9) e abandono da parte descrente (1Co 7.15). Alguns irmãos discordam das duas últimas permissões bíblicas para o divórcio, mas o fato é que de um jeito ou de outro a posição divina é clara: Deus odeia o divórcio! (Ml 2.16)

            O teste da Palavra de Deus reprovou a profecia deste presbítero, deixando claro que ele é um profeta da vaidade. É uma pena constatar que homens e mulheres de Deus tem se deixado levar pela vontade de estar em evidência numa congregação. O desejo de se mostrarem “cheios de poder” os fazem se comportar de forma vergonhosa como o exemplo acima. Seja pelo sucesso ou pelo status de “super-crentes”, tais pessoas acabam saindo do centro da vontade de Deus e se colocam em uma posição de inimigos do Senhor. A internet também está cheia de profetas da vaidade. A cada dia que passa surge uma nova “profecia” na internet que deixa os menos íntimos da Palavra desesperados, ansiosos e até depressivos. 

Há um autointitulado “profeta” famoso no Brasil que em um de seus cultos transmitidos pela TV, profetizou para uma mãe que estava com seu filho acometido de câncer de que ele estava sendo curado ali e que Deus estava mandando dizer que aquele jovem teria um futuro brilhante como jogador de futebol. Meses depois, aquele jovem morreu e a profecia não foi cumprida, deixando claro que o tempo é um dos maiores inimigos de um falso profeta (Dt 18.20-22). Esses tipos de profecias são fruto de uma mente fértil ou simplesmente maldosa, que não passam na peneira da bíblia sagrada. O livro de Ezequiel nos mostra como é a indignação de Deus com relação a tais profetas que não veem e nem ouvem nada, e mesmo assim saem distribuindo profecias e revelações sem pé e nem cabeça entre as congregações e pela internet:

“Assim diz o Senhor DEUS: Ai dos profetas loucos, que seguem o seu próprio espírito e que nada viram!” - Ezequiel 13.3
“Viram vaidade e adivinhação mentirosa os que dizem: O SENHOR disse; quando o SENHOR não os enviou; e fazem que se espere o cumprimento da palavra. Porventura não tivestes visão de vaidade, e não falastes adivinhação mentirosa, quando dissestes: O SENHOR diz, sendo que eu tal não falei? Portanto assim diz o Senhor DEUS: Como tendes falado vaidade, e visto a mentira, portanto eis que eu sou contra vós, diz o Senhor DEUS.” - Ezequiel 13.6-8

Não deixe que a tentação do status de evidência faça você se tornar uma pessoa mentirosa que transmite profecias, revelações e sonhos inventados em nome do Senhor. Deus não se agrada de tal soberba e presunção! Além disso, entregar uma profecia falsa para alguém gera uma expectativa de cumprimento em quem a recebe, e todos nós sabemos que tais coisas não irão se cumprir certo? Ao esperar aquilo que não virá, a pessoa passa do estado de uma alma esperançosa e cheia de fé para o estado uma alma frustrada com Deus. Tudo isto por causa de um ou uma profeta que por pura soberba e vaidade inventou revelações e profecias de sua própria mente para se exibir como uma pessoa cheia do poder de Deus diante da congregação. Será que o gostinho de ser admirado por alguém vale uma alma frustrada com Deus? É claro que não!

Os tempos são trabalhosos! Há muitos amantes de si mesmos com aparência de piedade em busca de prestigio e status vãos, capazes até de inventar profecias e revelações. Sobre isto, registra o apóstolo Paulo:

“E até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros se manifestem entre vós.” - 1ª Coríntios 11.19

Que Deus tenha misericórdia destes falsos profetas, e que eles encontrem o caminho da verdade para que suas almas sejam salvas no último dia. Amém.




Julio Celestino
10 de Abril de 2020, Vitória, Espírito Santo.

Belas Maldições

Michael Sheen como Aziraphale e David Tennant como Crowley - Série: Good Omens



Good Omens (Belas Maldições) é uma série original do sistema de streaming de vídeo da Amazon, atual concorrente da gigante Netflix. Este seriado foi extraído do livro de Terry Pratchett e Neil Gaiman intitulado originalmente de “Good Omens”, ou em português “Belas Maldições”, lançado em 1990 no Reino Unido. Trata-se de uma estória apocalíptica onde um anjo chamado Arizaphale e um demônio chamado Crowley decidem unir suas forças para impedir a batalha do Armagedom e o fim do mundo.

A parte interessante da série é que estes dois seres se conhecem desde o Éden, e presenciaram a queda da humanidade através de nossos pais Adão e Eva. Eles também estavam presentes nos momentos marcantes da história do mundo como as guerras medievais, a revolução francesa, dentre outros. Aziraphale trabalhava para o céu, em contrapartida, Crowley para o inferno. Porém uma antiga profecia da qual eles conheciam estava prestes a se cumprir, o fim do mundo! O problema é que o anjo Aziraphale gostava de ser um dono de livraria e de comer e beber em restaurantes finos daqui na terra. Assim como Aziraphale, o demônio Crowley adorava as músicas de rock, seu apartamento requintado e o seu belo e imponente carro! Ou seja, mesmo pertencentes a outra dimensão, eles passaram a gostar de viver no conforto deste mundo!

Por este motivo, o anjo Aziraphale e o demônio Crowley se uniram para impedir o Anticristo e os quatro cavalheiros do apocalipse que já estavam presentes na terra para executar a missão de iniciar a batalha final entre o céu e o inferno.

Esta estória um tanto quanto confusa e engraçada me levou refletir sobre algumas verdades práticas. Uma delas é o fato de que apesar de se tratar de seres que não são deste mundo, eles se acostumaram e passaram a gostar do mundo! Ambos conheciam a profecia e sabiam que estavam na terra apenas de passagem, mas a paixão às coisas daqui fez água e óleo trabalharem em conjunto para permanecerem desfrutando dos prazeres terrestres. Isto me fez pensar nos cristãos que temem o translado para o céu através do arrebatamento da Igreja e a consumação dos séculos na segunda vinda de Jesus Cristo.

Em uma de suas palestras, o saudoso Dave Hunt contou a história de um pastor que estava pregando em sua igreja, e em dado momento da pregação ele perguntou:

- Qual de vocês gostariam de ir para o céu?

Todos levantaram suas mãos, com exceção de um jovem que estava na fileira da frente do templo. Após o culto, o pastor procurou aquele jovem que não levantara a mão, e perguntou se ele realmente não gostaria de ir para o céu no arrebatamento, e em tom de surpresa o jovem respondeu:

- Claro que sim! Com certeza eu quero ir para o céu!

O pastor replicou:

- Então porque você não levantou a mão?

O jovem respondeu:

- Eu pensei que você tinha perguntado quem queria ir para o céu agora!  

É engraçado como nos apegamos as coisas deste mundo de modo que tememos em maior ou menor grau a consumação dos séculos. Porém, a bíblia sagrada nos ensina a amar a vinda de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e o Arrebatamento da sua noiva amada. Em Romanos 8.19-26, aprendemos que existe uma ardente expectativa da criatura pela manifestação do Filho de Deus; toda a criação geme aguardando a sua redenção. Assim como a natureza, nós, os filhos da luz, devemos ansiar pela manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo e aguardar com esperança o momento em que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e o que é mortal se revista da imortalidade (1Co 15.53).

No céu estaremos livres das lágrimas de dor e tristeza. Lá não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor (Ap 21.4). Iremos nos reencontrar com amigos que um dia em Cristo foram feitos nossos irmãos! Aleluia! Não haverá mais noite ali, nem precisaremos de sol ou lua para que se resplandeça a luz, porque a Glória de Deus será a luz que clareia a Santa Cidade! (Ap 22.5). Sobre isto, nosso Senhor Jesus alerta em Apocalipse 22.7: “Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro”.  

Jesus Cristo vem! Aleluia!


            O apóstolo Paulo em sua carta aos tessalonicenses, especificamente no capítulo 4, dos versículos 13 ao 18, nos dá a descrição de como será o arrebatamento iminente da Igreja de Jesus Cristo. A bela narrativa nos informa que ante a última trombeta, seremos transformados num piscar de olhos, e o Espírito Santo nos levará até as nuvens para nos encontrarmos como nosso amado Salvador! A chave da esperança está no versículo 18 onde Paulo nos recomenda: “Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras”.

O arrebatamento e a segunda vinda de Cristo não são temas para causar medo, pelo contrário, são uma palavra de consolo! O mundo nos oferece muitas coisas, até lícitas, porém nem todas convêm-nos praticar. Não podemos trocar uma eternidade de alegria por aquilo que o mundo oferece. Tenhamos medo! Medo de sermos deixados para trás! E usemos a fé para dizer com toda convicção: Maranata! Ora vem Senhor Jesus! (1Co 16.22)

São Coisas que a Vida nos Impõe

Ninguém pede para nascer pobre ou rico; ninguém pede para nascer negro ou branco, ninguém pede para nascer numa favela ou num bairro nobre. Você tem que trabalhar para viver; direitos e deveres a cumprir; além da responsabilidade sobre suas escolhas. Em alguns casos, é possível lutar e mudar o cenário, em outros não. São coisas que a vida nos impõe.


Julio Celestino


22 de fevereiro de 2020, Vitória, Espírito Santo.

Confissões de um Cristão que não medita na Palavra de Deus




          As vezes sou confrontado ao ouvir pregações que exaltam a Palavra de Deus pelo fato de na maioria das vezes exortar o cristão a ser um leitor assíduo da bíblia. As vezes o meu professor da Escola Bíblica Dominical me pergunta o motivo de eu não ler a bíblia. Na verdade, vários irmãos me fazem a mesma pergunta, uma vez que eu canto com lágrimas nos olhos, todos os domingos, que eu amo Deus e tua Palavra. A resposta é sempre a mesma: não tenho tempo! É sério! Acredite!

            Eu não tenho tempo de ler a Palavra de Deus, mas eu já assisti os melhores filmes e seriados da Netflix. Aliás, que demora para sair episódios novos hein?

Eu não tenho tempo para ler a bíblia, mas se alguém quiser se atualizar sobre o que está acontecendo na novela das nove eu posso ajudar, pois eu não perco um capítulo sequer. Afinal, quem matou o mocinho? Estou ansioso para saber!

Eu não tenho tempo para ler a Palavra de Deus, mas se você entrar no meu jogo online favorito, vai gostar de ver o nível do meu personagem! Consegui comprar os melhores equipamentos, por isso sou o melhor da minha guild neste servidor.

Eu não tenho tempo de ler a bíblia, mas eu não perco um jogo sequer do meu time de futebol! Sei o nome de todos os jogadores, assim como suas posições. Depois do jogo não há sentimento melhor do que entrar nas redes sociais para compartilhar aqueles memes engraçados com os torcedores do time perdedor. Sei que isso toma algumas horas da minha vida, mas quando vejo a cara dos perdedores com minhas piadas, eu sinto que valeu a pena (risos).

Eu não tenho tempo para a Palavra de Deus, mas a pelada de quarta-feira é sagrada!

Eu não tenho tempo para meditar na Palavra, mas eu sigo aquela youtuber famosa que dá várias dicas de maquiagens e looks para todas as estações do ano. Ela é superengraçada e elegante, além disso, no canal dela tem vídeos novos todos os dias! Opa! Acabou de sair mais um!

Eu não tenho tempo para ler a bíblia, mas confesso que passo horas no Facebook, Instagram, Twitter e Whatsapp. Alguns pensam que é por curiosidade sobre a vida dos outros, mas, na verdade eu quero saber o que está acontecendo na rede, e também dar uma conferida nos trending topics da semana. Além disso, eu adoro assistir vídeos engraçados, você já viu o gato tocando piano? É hilário!

          Refletindo sobre isso com sinceridade, percebi que meu problema não é falta de tempo, mas de prioridade. Na minha vida eu priorizo todas as coisas citadas acima, menos a Palavra de Deus. Você pode estar se perguntando: “então porque você não diz logo a verdade? ”. Bem... a resposta é óbvia, afinal de contas eu sou cristão e tenho uma reputação piedosa a zelar. É melhor eu responder que não tenho tempo, do que confessar que não tenho o mínimo de interesse na Palavra. Em suma, eu tinha mais coisas a declarar, mas o segundo tempo do jogo já vai começar.



Julio Celestino

16 de outubro de 2019, Vitória, Espírito Santo.

Cuidado! Você não pode Errar...



Você já parou para pensar que até mesmo a música secular tem seu facho de luz? Ainda que o objetivo principal da letra não seja glorificar ao único Deus, elas podem conter pequenas lições que levam seus ouvintes a refletirem sobre algumas dificuldades da vida.


“Examinai tudo. Retende o bem." - Apóstolo Paulo


Certo homem de periferia vivia com prudência e tinha o respeito dos que estavam ao seu redor. Costumava jogar bola com os amigos, tinha uma namorada e sempre andava arrumado na medida do possível. Certo dia ele começou a se envolver com alguns rapazes de poder aquisitivo mais alto e então passou a viver uma vida totalmente diferente da que estava vivendo. Mergulhado noutros costumes, gastou tudo que tinha com festas, bebidas e mulheres da vida. No fim das contas este homem tornou-se um mendigo, um pedinte, sequer sua dignidade lhe restou.

Essa história narrada na música Capítulo 4, versículo 3 do grupo Racionais Mc’s expõe uma realidade presente na vida de milhões de brasileiros. Ela fala daqueles homens que não tem a opção de errar demasiadamente nas decisões da vida, pois isto seria suicídio! O recado que foi dado por esta história é que os jovens que moram nas periferias precisam ter mais cuidado com as decisões e atitudes que venham a tomar durante sua trajetória, porque em sua grande maioria são filhos de pais carentes, que lutam a vida inteira apenas para ter onde morar, o que comer e o que vestir.

Ao ouvir o trecho em que este personagem vive com prudência, podemos interpretar que ele tinha tudo o que precisava para viver com dignidade. Porém este começou a se envolver com os que a música chama de “branquinhos do shopping”, ou seja, os de poder aquisitivo mais alto, também conhecidos popularmente como playboys.  A partir de então sua vida foi um desastre total, perdeu tudo, chegou ao fundo do poço.


Então, o que deu errado?

            É importante refletir sobre a vida dentro e fora da favela, a vida na escassez e a vida de fartura. É notável que os jovens brasileiros que não tem uma vida cristã tendem a se aventurar em seus desejos mergulhando em tudo que é agradável à carne. Porém, os resultados de quando um “playboy” resolve extravasar em festas, drogas e sexo são totalmente diferentes do que na vida de um jovem carente. Geralmente nas favelas, os chamados “playboys” são aqueles que seus pais ou responsáveis têm certo poder aquisitivo mesmo que estejam longe de serem ricos como o Silvio Santos. Afinal para quem não tem nada, pouco é muita coisa.

Quando um playboy entra para o mundo extravagante de festas, drogas e sexo, ao perder tudo que tem, ainda tem a sorte de terem responsáveis com condições de sustenta-los pagando uma clínica de reabilitação, curso profissionalizante, faculdade, casa, comida, roupa lavada e quem sabe coloca-los para trabalhar no empreendimento da família visando que este dê a volta por cima.

Por outro lado, quando um jovem mais humilde resolve entrar nesta vida, acaba caminhando para sua própria morte. Um jovem de família carente deve pensar mil vezes antes de experimentar drogas, um milhão de vezes antes de gastar seu salário com bebidas, festas e sexo demasiadamente, e um bilhão de vezes antes de largar os estudos. Diferentemente dos “branquinhos do shopping” dos Racionais, este não tem um pai concursado, advogado ou empresário. Não há ninguém por ele quando chegar ao fundo do poço, ninguém para sustenta-lo e incentiva-lo com cursos e clínicas de recuperação a fim de que levante e sacuda a poeira. Para manter uma vida de ostentação, o jovem favelado precisa de dinheiro, e para muitos a única saída é o crime.

Sabemos que é possível chegar ao objetivo da prosperidade através da honestidade, porém é um processo demorado, que requer trabalho, dedicação, renúncia e por vezes humilhação temporária. Esta é a porta estreita da vida, e o crime é uma das portas largas e espaçosas que conduzem a perdição, e muitos são os que entram por elas.

A desigualdade social existe e é dura com as pessoas! Infelizmente não é possível individualmente mudarmos este quadro, transformando o mundo numa utopia onde todos são prósperos. Até mesmo o Senhor Jesus Cristo afirmou que na presente era os pobres sempre vão existir (Jo 12.8). Porém, é possível amenizar as intempéries da vida tomando decisões sábias. O mundo nos oferece tantas coisas, mas não devemos aceitar, pois tudo é ilusão, não vale a pena trocar uma eternidade de alegria por aquilo que ele dá. A tão sonhada prosperidade seguida de paz acontecerá aqui na terra sim, quando o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo descer do céu com sua igreja glorificada para estabelecer o seu reino milenar (Ap 20.4-6), mas até lá é necessário vigilância e prudência em todos os caminhos.

Talvez você pense que todas as esperanças se acabaram e por algum motivo pensa em se entregar a este mundo de horror, seja para procurar e encontrar algum prazer ou seja por desgosto. Mas eu quero lhe dizer que existe um Deus no céu que te ama e que quer o teu melhor, mas é necessário um esforço da sua parte. Resista ao dia mal, trabalhe, seja honesto, entregue seus caminhos ao Senhor e acredite Ele cuidará de ti e que Ele tem poder para te levar onde você quer chegar. Mas para isso é preciso acreditar e resistir.

Não podemos abrir brechas para Satanás entrar na nossa vida através do produto do outdoor e das ilusões da mídia corrompida, porque é desta forma que ele tem andado ao nosso derredor bramando como um leão procurando a quem possa tragar.

A música supracitada é direcionada ao povo sofrido das periferias brasileiras, e com relação a advertência de procurar evitar o erro quando se é de família carente, eu assino em baixo. Não estou dizendo que o rico pode errar, apenas estou reafirmando que quando o único copo d’água está na mão, o cuidado para não tropeçar nas areias do deserto deve ser redobrado, porque na maioria das vezes não sabemos onde está ou como chegar no manancial.


Nota: a música comentada no texto é um rap nacional com suas peculiaridades. Tal trecho muito me ensinou durante minha adolescência e juventude quando afastado de Deus. Caso você seja um religioso de ouvidos sensíveis, não precisa procura-la e ouvi-la. O que é exaltado nesta reflexão é o princípio contido neste improvável “facho de luz” do assunto tratado.

Julio Celestino
17 de maio de 2019, Vitória, Espírito Santo.

Jesus e o Fim dos Tempos - O Início e o Desenrolar da Grande Tribulação




UMA INTERPRETAÇÃO DE MATEUS 24

Versículos 4-14

Um Paralelo com Apocalipse 6

De acordo com o Dr. Thomas Ice os versículos 4-14 de Mateus 24 se referem à primeira metade da Grande Tribulação (três anos e meio). Segundo ele, os selos do juízo de Deus sobre a terra descritos em Apocalipse 6 se encaixam perfeitamente em Mateus 24.4-14. 

Alguns intérpretes futurista enxergam em Mateus 24 uma narrativa profética que diz respeito ao período interadiventos, ou seja, que as profecias contidas em Mateus 24 estão sendo ou serão cumpridas desde a primeira até a segunda vinda de Jesus.

Neste breve esboço irei mostrar que apesar de estarmos vivendo como que uma sombra dos vários acontecimentos descritos no discurso do Monte das Oliveiras, o cumprimento de tais profecias é ainda futuro. Defendo que em Mateus 24 Jesus narra cronológicamente o período chamado Grande Tribulação até sua segunda vinda. 

Segue o paralelo entre o discurso do Monte das Oliveiras e Apocalipse 6


1 - Falsos Messias e Falsos profetas

APOCALIPSE 6.2
MATEUS 24.5,11
MARCOS 13.6
LUCAS 21.8

E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer.

(Anticristo)


“Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.

“E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.


Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.


Disse então ele: Vede não vos enganem, porque virão muitos em meu nome, dizendo: Sou eu, e o tempo está próximo. Não vades, portanto, após eles.




2 – Guerras

APOCALIPSE 6.2-4
MATEUS 24.6-7
MARCOS 13.7
LUCAS 21.9

“E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer.

“E, havendo aberto o segundo selo, ouvi o segundo animal, dizendo: Vem, e vê.

“E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra, e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.

“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.

“Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.

E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis; porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim.

E, quando ouvirdes de guerras e sedições, não vos assusteis. Porque é necessário que isto aconteça primeiro, mas o fim não será logo.



3 – Discórdia Internacional

APOCALIPSE 6.3-4
MATEUS 24.7
MARCOS 13.8
LUCAS 21.10

“E, havendo aberto o segundo selo, ouvi o segundo animal, dizendo: Vem, e vê.

“E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra, e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.

(Vermelho - Sangue - Guerra)

Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.

Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas são os princípios das dores.

Então lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino;

Observação: a discórdia internacional sempre existiu. Indicando de que Jesus estava falando de um tempo futuro e específico.


4 – Fomes

APOCALIPSE 6.5-8
MATEUS 24.7
MARCOS 13.8
LUCAS 21.11

“E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi dizer o terceiro animal: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo preto e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança em sua mão.

“E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro, e três medidas de cevada por um dinheiro; e não danifiques o azeite e o vinho.

“E, havendo aberto o quarto selo, ouvi a voz do quarto animal, que dizia: Vem, e vê.

“E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra.

Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.

Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas são os princípios das dores.

E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu.



5 – Pestes

APOCALIPSE 6.5-8
MATEUS 24
MARCOS 13.8
LUCAS 21.11

“E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra.

Sem referência

Sem referência

E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu.

Observação: as pestes sempre existiram. Indicando de que Jesus estava falando de um tempo futuro e específico.


6 – Perseguição e Martírio
APOCALIPSE 6.9-11
MATEUS 24.9
MARCOS 13.9-13
LUCAS 21.12-17

E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.

“E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?

“E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram.

Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão.

“Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho.

“Mas importa que o evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações.

“Quando, pois, vos conduzirem e vos entregarem, não estejais solícitos de antemão pelo que haveis de dizer, nem premediteis; mas, o que vos for dado naquela hora, isso falai, porque não sois vós os que falais, mas o Espírito Santo.

“E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai ao filho; e levantar-se-ão os filhos contra os pais, e os farão morrer.

“E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.

“Mas antes de todas estas coisas lançarão mão de vós, e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões, e conduzindo-vos à presença de reis e presidentes, por amor do meu nome.

“E vos acontecerá isto para testemunho.

“Proponde, pois, em vossos corações não premeditar como haveis de responder;

“Porque eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem.

“E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós.

“E de todos sereis odiados por causa do meu nome.



7 – Terremotos

APOCALIPSE 6.12
MATEUS 24.7
MARCOS 13.8
LUCAS 21.11

E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue;

Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.

Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas são os princípios das dores.

E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu.


8 – Fenômenos Cósmicos

APOCALIPSE 6.12-14
MATEUS 24
MARCOS 13.8
LUCAS 21.11

“E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue;

“E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte.

“E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares.

Sem referência

Sem referência

E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu.




Referência:
Ice, Thomas, "Jesus e o Fim dos Tempos", p.27, Editora Chamada da Meia-Noite


Julio Celestino, 21 de Abril de 2019, Vitória, Espírito Santo.

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images